ⓘ Free online encyclopedia. Did you know? page 12

Jorge Cumno

Jorge Cumno foi um estadista bizantino do século XIV. Esteve envolvido nas guerras civis de seu tempo, apoiando na primeira as forças lealistas a Andrônico II Paleólogo, e na segunda as forças do infante João V Paleólogo, filho de Andrônico III P ...

Leão Querosfactes

Leão Querosfactes, também conhecido como Leão Magistro ou Leão Mestre, foi um oficial bizantino que ascendeu a um alto cargo sob o imperador Basílio I, o Macedônio e serviu como um enviado sob o imperador Leão VI, o Sábio para a Bulgária e o Cali ...

Lílio

É citado pela primeira vez num fragmento de João de Antioquia. No fragmento, Alexandre e Lílio são enviado como embaixadores ao imperador Maurício I r. 582–602 em Constantinopla. Eram aparentemente representantes de Focas e o exército revoltoso d ...

Manuel Comneno Raul

Manuel era filho do protovestiário Aleixo Raul. Seu pai foi um líder militar sênior sob o imperador niceno João III Vatatzes r. 1222–1254, mas caiu em desfavor imperial com seu sucessor, Teodoro II Láscaris r. 1254–1258, que desconfiava da aristo ...

Manuel Holóbolo

Manuel Holóbolo foi um orador e monge bizantino, o principal oponente da União das Igrejas no reinado do imperador Miguel VIII Paleólogo.

Nicéforo Xífias

Nicéforo Xífias foi um comandante militar bizantino do século XI, ativo durante o reinado do imperador Basílio II Bulgaróctono. Ele desempenhou um papel distinto na conquista bizantina da Bulgária, capturando vários territórios e fortalezas inimi ...

Niculitza Delfina

Niculitza Delfina foi um magnata bizantino e um senhor de Lárissa, na Tessália, ativo no século XI durante o reinado de Constantino X Ducas. Neto do governador Niculitsa e genro de Cecaumeno, sabe-se que quando jovem manteve o posto de protoespat ...

Filosofia bizantina

Filosofia bizantina refere-se as ideias filosóficas distintas dos filósofos e estudiosos do Império Bizantino, especialmente entre os século VIII-XV. Foi caracterizada por uma visão de mundo cristão, mas do qual pode-se extrair ideias diretamente ...

Bandeiras e emblemas bizantinos

As bandeiras e emblemas dos bizantinos foram os símbolos heráldicos utilizados pelo Império Bizantino durante os seus mais de 1200 anos de história. Contudo, na maior parte deste período, os bizantinos não conheciam e não utilizavam a heráldica n ...

Lábaro

Lábaro era um vexilo ou estandarte militar romano, em especial o que Constantino fez foi colocar o monograma do nome de Cristo em grego Chi Rho - Chi e Rho, após sua vitória sobre Maxêncio em Ponte Mílvia, no lábaro romano. Há também o relato de ...

Lira bizantina

A lira bizantina é um instrumento musical friccionado do Império Bizantino e é um ancestral dos instrumentos curvados europeus maiores, incluindo o violino. Em sua forma popular a lira foi um instrumento com forma de pera com três para cindo cord ...

Octoeco

O octoeco ou octoecos, também conhecido como os oito tons ou oito modos, é o nome coletivo dos sistemas de oito modos musicais utilizados para a composição de canto litúrgico cristão de diversas tradições desde a Idade Média. Apesar de discordânc ...

Monoenergismo

No século VII, o imperador bizantino Heráclio tentou resolver o cisma entre os calcedonianos e os monofisitas sugerindo uma solução intermediária, o monoenergismo. Esta doutrina adotava a crença calcedoniana de que Cristo tinha duas naturezas phy ...

Papado bizantino

O Papado Bizantino foi um período de dominação bizantina do papado entre 537 a 752, quando os papas necessitavam da aprovação do imperador bizantino para a consagração episcopal, e muitos papas foram escolhidos a partir dos Apocrisiários ou os ha ...

Basílicas (código)

Basílicas foi um termo empregado do século XI em diante para designar uma coleção de leis divididas em seis volumes ou 60 livros, começada sob o imperador Basílio I, o Macedônio e concluída nos primeiros anos do reinado de Leão VI, o Sábio, prova ...

Código de Teodósio

O Código de Teodósio ou Teodosiano, foi uma compilação das leis do Império Romano sob os imperadores cristãos desde 312. Teodósio II criou uma comissão com esta finalidade em 429, e a compilação foi publicada na metade oriental do Império Romano ...

Coleção dos 25 Capítulos

A Coleção dos 25 Capítulos é uma coleção de prescrições do direito canônico bizantino do século VI, principalmente de Justiniano, dividida em 25 capítulos. Ela consiste em 21 constituições gregas reproduzidas literalmente dos títulos 1-4 do Códig ...

Coleção dos 87 Capítulos

A Coleção dos 85 Capítulos foi uma coleção de prescrições do direito canônico bizantino de Justiniano publicada no século VI em algum momento após a morte do imperador. Inicialmente sugeriu-se que teria sido publicada após 546 como um apêndice pa ...

Coleção Tripartida

A Coleção Tripartida é uma coleção de prescrições do direito canônico bizantino extraídas do Código de Justiniano, divididas em três partes, que consistia em resumos gregos de normas escritas em latim ou grego. A primeira parte extrai elementos d ...

Epanagoga

Epanagoga, mais propriamente o Eisagoga é um livro de jurisprudência bizantino promulgado em 886. Iniciado sob Basílio I, o Macedônio, foi apenas completado sob seu filho e sucessor, Leão VI, o Sábio. Como seu nome sugere, estava destinado a ser ...

Epanagoga Aumentado

Epanagoga Aumentado é um livro de jurisprudência bizantino. Sobrevivente em cerca de 10 manuscritos, porta em todos eles a rubrica "Leão, o imperador" e não mostra traços de leis posteriores, o que leva os estudiosos a acharem que foi produzido l ...

Epanagoga composto com o Próquiro

Epanagoga composto com o Próquiro é um livro de jurisprudência bizantino em 42 títulos. Os fragmentos do livro preservados em um manuscrito palimpsesto do século X atribuem em sua rubrica "ao imperador Leão, o Filósofo", o que leva os estudiosos ...

Livro de jurisprudência siro-romano

O Livro de jurisprudência siro-romano é uma compilação do século V de textos legais que sobreviveu em vários manuscritos siríacos, armênios e árabes de diferente escopo; dentre os manuscritos sobreviventes o mais antigo deles é uma cópia do sécul ...

Peira

Peira foi uma coleção do século XI de excertos de declarações de vereditos e tratados especiais de Eustácio Romeu. O compêndio foi compilado por um colega desconhecido de Eustácio. Ele tornou-se particularmente popular nos períodos subsequentes, ...

Próquiro

Próquiro ou Próqueiro Nomo é um livro de jurisprudência bizantino de 40 títulos criado durante o reinado do imperador Leão VI, o Sábio. Originalmente pensou-se que teria sido feito entre os anos 870-879, mais precisamente em 872, porém estudos re ...

Sinagoga dos 50 Títulos

A Sinagoga dos 50 Títulos é uma coleção sistemática de meados do século VI de cânones organizados de acordo com o conteúdo atribuída ao patriarca João III Escolástico. De acordo com seu preâmbulo, ela foi precedida por outra obra com 60 Títulos. ...

Sinopse das Basílicas

Sinopse das Basílicas ou Sinopse Maior é um versão resumida da Basílicas de Leão VI, o Sábio, provavelmente produzida no século X. De acordo com seu título, o Sinopse das Basílicas foi uma "seleção organizada alfabeticamente dos 60 livros imperia ...

Sinopse Menor

Sinopse Menor foi uma compilação em ordem alfabética do século XIII dos princípios legais bizantinos. Foi assim chamada em contraste a Sinopse das Basílicas, que por vezes é referida como Sinopse Maior. Seu autor utilizou-se principalmente do liv ...

Areobindo (curador)

Areobindo foi um oficial do século VI, ativo durante o reinado do imperador Justiniano. Era de origem bárbara e atuou como um dos serventes da imperatriz Teodora, que lhe fez mordomo, talvez como curador. Segundo Procópio de Cesareia, era jovem e ...

Domencíolo (irmão de Focas)

Domencíolo foi o irmão do imperador Focas. Focas e sua família foram provavelmente de origem traco-romana. Além de Focas, Domencíolo tinha outro irmão chamado Comencíolo. A mãe deles chamava-se Domência. Em 603, Focas nomeou Domencíolo como seu m ...

Erveu Francópulo

Erveu, Ervévio Francópulo foi um general mercenário normando a serviço do exército bizantino na década de 1050. Possivelmente foi o fundador da família bizantina Francópulo.

Ibne Diama

Conspirou com ibne Mamude e ibne Manique contra o patriarca de Antioquia Cristóvão r. 959/960–967. Fracassaram em expulsá-lo de sua sé após a morte do emir de Alepo Ceife Aldaulá r. 945–967 em 8 de fevereiro, e por isso mataram-o durante uma visi ...

Ibne Manique

A partir da leitura de Leão, o Diácono talvez seja possível que fosse governador de Antioquia. Aparece após a morte do emir de Alepo Ceife Aldaulá r. 945–967 em 8 de fevereiro de 967, quando juntou-se a ibne Diama e ibne Mamude numa intriga para ...

Perbundo

Perbundo foi um rei do século VII dos rinquinos, um grupo eslavo na Macedônia. Em ca. 675 foi levado como prisioneiro pelo Império Bizantino devido a suas intenções hostis contra Tessalônica, e transportado para Constantinopla. Perbundo conseguiu ...

Teodósio Zticas

Teodósio, chamado Zticas foi um rico bizantino, da classe homem ilustre, do século VI. Partidário dos Azuis, foi preso e executado pelo prefeito urbano Teódoto Colocíntio em 523, no rescaldo das ações violentas da facção. Isso, de acordo com João ...

Apeles (escolástico)

Apeles foi um escolástico e possível advogado bizantino que talvez exerceu função em Constantinopla. Um vir disertissimus, fez parte da primeira comissão organizada por Teodósio II para a elaboração do Código de Teodósio. Ele é associado pelos au ...

Atanásio de Emesa

Atanásio de Emesa foi um jurista bizantino do século VI da cidade de Emesa, na Síria. Pertencente a primeira geração de juristas a exercer função após o imperador Justiniano completar seu Código de Justiniano, trabalhou como professor de direito, ...

Enantiófanes

Enantiófanes foi um jurista bizantino cuja identidade exata é desconhecida. São feitas menções a ele em escólios das Basílicas de Leão VI, o Sábio, juntamente com outro indivíduo mencionado como "Anônimo". De acordo com a opinião amplamente aceit ...

Eustácio Romeu

Eustácio Romeu foi um juiz sênior e escritor do Império Bizantino. Romeu seguiu os passos de seu avô, tornando-se um juiz da corte imperial. Ao longo de sua carreira, que começou no reinado do imperador Basílio II Bulgaróctono, avançou de um simp ...

Teodoro Escolástico

Teodoro Escolástico foi um jurista do Império Bizantino ativo na segunda metade do século VI. Nasceu em Hermópolis, na Tebaida, no Egito. Compôs um pequena paráfrase em grego do Código de Justiniano do qual há inúmeros fragmentos em escólios das ...

Abu Abdalá Omar ibne Xuaibe

Abu Abdalá Omar II ibne Xuaibe, conhecido em fontes bizantinas como Babdel foi o terceiro emir de Creta, governando de ca. 880 a ca. 895.

Basterotzes II Bagratuni

Basterotzes II Bagratúnio foi governador da Armênia, tendo governado entre 628 e 634. Fugiu ao Império Bizantino ao entrar em conflito com o governador do Azerbaijão e foi recebido com honras pelo imperador Heráclio. Participou num complô armênio ...

Conde da fortuna privada

Conde da fortuna privada foi um oficial de alta-patente do Império Romano Tardio e Império Bizantino Inicial que administrou as finanças e propriedades particulares do imperador. Ele não administrou terras públicas, embora a distinção entre a pro ...

Diceódota

Diceódota foi um oficial judicial bizantino do atestado nos séculos XI-XII. O título existia desde a Antiguidade num sentido não técnico de "dispensador das leis", vindo a adquirir um sentido técnico provavelmente sob Aleixo I Comneno: em 1094, o ...

Diceofílax

Diceofílax foi um oficial judicial bizantino dos séculos XI-XV. É atestado pela primeira vez em meados do século XI, em Constantinopla e nas províncias. Seus titulares lidavam com os casos eclesiásticos e tinham um conhecimento combinado de direi ...

Juízes universais

Juízes universais foi uma corte suprema que existiu durante o final do Império Bizantino. Seu antecessor era um tribunal de 12 juízes, composto de membros seculares e eclesiásticos, criado por Andrônico II Paleólogo em 1296. Funcionou como uma co ...

Nomofílax

Nomofílax foi um ofício criado pelo imperador Constantino IX Monômaco em 1043, 1045 ou 1047. Inicialmente consistia no presidente da Escola de Direito de Constantinopla, tendo sido descrito por Miguel Pselo como o presidente da corte, o estratego ...

Tratado de Ninfeu (1214)

O Tratado de Ninfeu foi um tratado de paz assinado em dezembro de 1214 entre o Império de Niceia, o estado sucessor do Império Bizantino, e o Império Latino, fundado após o saque de Constantinopla pela Quarta Cruzada em 1204.

Tratado de Safar

O Tratado de Safar colocou um fim formal prolongado colapso da dinastia hamadânida. Foi assinado no começo de 970 entre o estratopedarca Pedro e o antigo ministro hamadânida e rebelde, Carcuia. Após a morte de Ceife Aldaulá em 967, rebeliões envo ...

Tratado de Devol

O Tratado de Devol foi um acordo firmado em 1108 entre Boemundo I de Antioquia e o imperador bizantino Aleixo I Comneno, como consequência da Primeira Cruzada. Foi assinado na fortaleza bizantina de Devol, na Macedónia. Embora o tratado não tives ...